Atualização do Adobe Digital Editions

Por 05/08/2013. Categoria: Blog | 3 comentários

Ícone do ADEO Adobe Digital Editions, programa de leitura de eBooks da Adobe, acaba de receber mais uma atualização, agora na versão 2.0.1. Aparentemente, nenhuma adição de funcionalidades, ou mesmo alteração na interface do programa.

Não há, no site da Adobe, nenhuma referência oficial a melhorias (apesar de algum buxixo no twitter), o que leva a crer que essa é uma atualização lançada apenas para resolução de pequenos problemas.

Em alguns testes que realizei comparando as duas versões do programa, não pude detectar diferença significativa entre a versão anterior e esta, ao menos em relação à apresentação do conteúdo.

Evolução lenta

Melhorias significativas no ADE tem sido escassas ultimamente, o que revela a lentidão na evolução do formato ePUB no mercado como um todo. Como o programa é baseado em um dos principais sistemas de renderização de eBooks – o Adobe Reader Mobile SDK, utilizado por uma grande parcela dos eReaders e aplicativos de leitura –, a versão corrente do ADE representa de forma geral as possibilidades do ePUB em boa parte dos aparelhos à venda atualmente.

Por exemplo, recursos fundamentais como suporte a formulas matemáticas (MathML), múltiplas orientações de dispositivos e tamanhos de tela (Media Queries) e leitura em voz alta (Media Overlays), presentes na especificação do ePUB3 já há algum tempo, ainda não tem data para estrear no sistema, reduzindo a flexibilidade do formato aberto de eBooks nos sistemas de leitura que utilizam o Adobe RMSDK, que acaba sendo mais indicado para livros de texto mais simples.

Mais info

Crie widgets para iBooks Author com o iAD Producer

Por 23/06/2013. Categoria: Notícias | 2 comentários

Ainda no rastro da recém finalizada WWDC 2013, uma novidade interessante para quem deseja adicionar mais recursos de interatividade e multimídia aos livros digitais produzidos com o iBooks Author: o iAD Producer, programa um tanto obscuro da Apple utilizado para montar anúncios para a plataforma iOS, foi atualizado (versão 4.0.1) para permitir o desenvolvimento de widgets personalizados para o iBooks Author, facilitando bastante o processo de criação de conteúdo interativo para livros no formato iBooks.

No contexto do iBooks Author, widgets personalizados oferecem a oportunidade de explorar animação, interatividade e multimídia dentro do livro, bem além dos recursos já oferecidos nativamente pelo programa, de forma completamente customizada.

Janela de seleção de modelos de widgets no iAd Producer

Widget HTML: o céu é o limite

Ícone de widgetO iBooks Author já oferecia uma opção para a inserção destes widgets customizados (por meio da opção “widget HTML”) mas a sua produção era completamente não documentada, e o desenvolvimento de algo mais complexo sempre esbarrava em questões de performance e otimização do código. O iAd Producer cuida de boa parte destas questões, otimizando o código do widget, facilitando testes nos dispositivos da Apple (por meio do Instruments e do app iBooks Widget Tester) e permitindo o desenvolvimento via WYSIWYG, com menos idas e vindas ao editor de código.

O programa é uma boa adição ao toolset de produção de widgets, unindo-se a outras soluções como o Tumult Hype e o Adobe Edge Animate – ambas excelentes, porém pagas e voltadas mais à animação do conteúdo em HTML de forma geral.

A exemplo do próprio iBooks Author, o iAD Producer 4.0.1 é gratuito, mas – infelizmente – só roda no Mac OS X 10.8.3 ou superior. Para baixá-lo, basta registrar-se gratuitamente no programa de desenvolvedores Apple.

Saiba mais

  • Baixe o programa na seção de desenvolvedores da Apple (necessário login)
  • Dois vídeos (1 | 2) de seções da WWDC 2013 sobre o iBooks Author e o iAd Producer – que podem ser assistidos também via app oficial para iOS
  • Documentação oficial sobre Javascript no iAd Producer

Crie widgets para iBooks Author com o iAD Producer” é um artigo do blog PageLab

iBooks desktop: os livros digitais invadem o Mac

Por 10/06/2013. Categoria: Notícias | 18 comentários

iBooks no finderOs aficcionados por leitura digital e por Macs tiveram uma boa notícia hoje: foi anunciada durante o Keynote da WWDC 2013 uma nova versão desktop do iBooks, o aplicativo de leitura da Apple, antes disponível apenas nos iDevices: iPad, iPhone e iPod Touch. O programa rodará na próxima versão do sistema operacional da Maçã (OS X 10.9 Mavericks).

Não há dúvida que o iBooks é um dos aplicativos de leitura mais avançados do mercado, com bons recursos de compartilhamento de anotações, capacidade superior de apresentação do conteúdo do livro, além de boa seleção de fontes e modos de leitura, mas a novidade é menos relevante sem uma versão para Windows – aqui o limitado Adobe Digital Editions ainda é uma das opções mais populares.

Não que uma versão Windows não possa acontecer. À exemplo do iTunes, que roda com loja e tudo naquela plataforma, é provável que a Apple busque expandir sua loja de eBooks, a iBookstore. A tendência multiplataforma é clara: no mesmo evento foi anunciado que os aplicativos do pacote iWork, como Keynote, Numbers e Pages rodarão na nuvem da Apple, via browser, mesmo no Internet Explorer!

Múltiplos dispositivos

Experiência de leitura integrada, mas só no Mac!

No monitor, leitura fragmentada

De forma geral, a experiência de leitura de eBooks no desktop ainda é muito irregular, restrita à cada plataforma e marcada por sistemas proprietários, que não conversam entre si. Mesmo a dobradinha PDF/Adobe Reader oferece melhor experiência de leitura nesse aspecto, e ainda reina absoluta nos computadores de mesa. Uma ação simples como compartilhar uma anotação via desktop é cheia de empecilhos em um ePUB – experimente criar e compartilhar anotações entre vários dispositivos, de diversos fabricantes, a partir de um mesmo livro digital e sinta todo o drama…

Ainda que não seja o ideal, muita gente por aí lê textos extensos diante de um monitor, e a praticidade de um PDF para tarefas simples como compartilhar notas ainda está para ser desafiada. Um aplicativo de leitura de eBooks gratuito, com recursos de sincronização na nuvem, multiplataforma e capaz de interpretar os melhores recursos do ePUB3, será um enorme avanço para a leitura digital.

O iBooks para desktop é um belo passo nessa direção, mas esperanças maiores residem na iniciativa da Readium Foundation, que recentemente lançou o Readium SDK, um motor de renderização de código aberto para livros digitais em ePUB3 e o Readium.js, uma biblioteca em Javascript para leitura deste tipo de eBook diretamente no navegador: ambos facilitarão muito o desenvolvimento de novos programas de leitura para múltiplos dispositivos e, principalmente, independentes de plataformas comerciais.

iBooks desktop: os livros digitais invadem o Mac é um artigo do blog PageLab